Marcas
Leave a comment

Mel Samelas

MelSamelas

Sou daquelas pessoas muito nostálgicas, que associa cheiros, sabores, sensações, texturas e sons a qualquer época da minha vida, conseguindo viajar até lá nesse instante e permanecer durante uns bons minutos. Quando me transportam para a altura em que tinha 6 ou 7 anos, ainda mais nostálgica fico e encontram-me facilmente com um brilho nos olhos!

Adoro mel, como todos os dias, seja de que forma for! Nas papas de aveia, para acompanhar as panquecas, para adoçar bolos ou… Simplesmente mel, directamente do frasco. E sou assim desde pequena, desde que me deram a primeira colher, do mel que a minha avó tinha lá por casa… Era um mel caseiro, com uma consistência densa, de cor escura e brilhante. Com o passar dos anos, esse mel foi escasseando, até ao dia que desapareceu, o dia em que o “amigo da avó” faleceu. A partir daí nunca mais comi mel que chegasse aos calcanhares daquele, contentando-me com o mel que encontrava pelos supermercados e que, apesar de ser biológico, ficava sempre aquém do outro.
Já conformada de que nunca iria encontrar um mel tão bom, foi com um brilho nos olhos que fiquei quando tive a oportunidade de provar o mel de Samelas. Colhido na região montanhosa da Serra da Estrela, chega até nós num frasco simples, dando destaque àquela cor âmbar escuro que nos garante um aroma e sabor fortes. Assim o é, espesso e guloso, este mel é sem dúvida o melhor que comi nos últimos tempos e com certeza a companhia do meu pequeno-almoço nos próximos tempos.
Podem encomendar o vosso mel a qualquer altura, através do site www.samelas.pt. Espantem-se… Um frasquinho com este tesouro custa apenas 4,50€ e poderão encomendar ainda um pack que inclui um frasco de mel e uma colher de mel em madeira, indicada para servir mel denso, ficando o pack em 7€.

Facebook
Site

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Pode usar estas etiquetas HTML e atributos: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>