Comer Fora, Leiria, Restaurantes, Zona Centro
Leave a comment

Real Taverna Mata Bicho

MataBicho

Mata-Bicho, expressão popular de origem francesa e também muito comum em terras africanas, que significa desjejuar, tomar a primeira refeição do dia – acompanhada com um copo de vinho ou aguardente acreditava-se matar o bicho da fome que habita no estômago!
Mas não se pense que por aqui se servem pequenos-almoços! Aqui servem-se verdadeiros repastos a lembrar a comida da avósinha, de manhã à noite, 7 dias por semana!
A Real Taverna Mata Bicho situa-se na emblemática Praça Rodrigues Lobo em Leiria, no edifício centenário Zúquete, restaurado pelo Arquiteto Ernesto Korrodi, e onde funcionou o Grémio Literário e Cultural até meados do século passado. E a esplanada tem vista privilegiada para o Castelo de Leiria!
Propriedade de Vasco Ferreira e Sabino Carvalho, o espaço combina petiscos e cozinha tradicional portuguesa num ambiente com apontamentos kitsch. Desde um maravilhoso chão de mosaico hidráulico, uma bicicleta “pasteleira” pendurada no teto, abajures típicos da Marinha Grande cobertos com naperons, até ao Zé Povinho e ao tão admirado quadro de época de Sílvia Patrício, tudo se conjuga num ambiente tão familiar e acolhedor, tão cheio de estilo e bom gosto. E há sempre uma novidade vinda de uma feira de velharias para descobrir!
Boa carne, o peixe mais fresco, o melhor bacalhau, arroz de tomate, caldo verde, enchidos, doces caseiros, os melhores vinhos portugueses e licor beirão nunca faltam nesta casa!
Aqui somos recebidos com todo o cuidado e simpatia genuína! Encaminhados para mesas em mármore, junto às quais não faltam cabides individuais para colocar casacos e malas (as senhoras adoram!) imediatamente somos brindados com um cesto de pão para todos os gostos para molhar no mais português dos temperos: o azeite! Confesso, adoro pão com azeite, para mim não há nada mais português!

MataBicho2

As nossas entradas: salada de bacalhau com grão e e salada de orelha. Perfeitas!
Ao sábado ao almoço servem-se também dois pratos muito portugueses: arroz de pato e bacalhau com natas – este último digo, sem qualquer hesitação, uns dos melhores que provei até hoje! Tão leve e tão fofo que lembra um souflé… Mas em taberna com forno a lenha as pizzas são uma perdição – Pizza fresca foi a escolhida!
E as sobremesas? Sabem aqueles doces caseiros da avó?! Vão querer prova-los todos!! Eu não consigo decidir!
E, na hora da despedida, as crianças têm um miminho divertido e original! Uma corda numa roldana que esconde junto ao teto um tacho antigo com um tesouro… e cada criança tem a oportunidade de fazer descer o tacho e tirar a sua recompensa! A minha filha ficou rendida… e eu também! E mais não conto, tesouros só para os piratinhas!
Eu matei o bicho! Por agora!! (Porque fiquei com o bicho de lá voltar muitas e muitas vezes!)

Facebook

MataBicho1

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Pode usar estas etiquetas HTML e atributos: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>